Recuperação de áreas degradadas em propriedades rurais: desafios, oportunidades e restauração florestal como estratégia

|

Recuperação de áreas degradadas em propriedades rurais: desafios, oportunidades e restauração florestal como estratégia

Dados mostram que cerca de 80% das pastagens no Brasil estão degradadas, o que é uma preocupação significativa. Estima-se que a área total de pastagens no país abrange aproximadamente 190 milhões de hectares, ocupando cerca de 22% do território brasileiro. 

Esses números ressaltam a importância de abordar a questão da degradação das pastagens e buscar soluções para a recuperação de áreas degradadas nessas áreas.

Sabemos que esse pode ser um desafio para muitos de vocês, proprietários rurais. Mas, com uma boa estratégia, é possível recuperar essas áreas, tornando-as produtivas e sustentáveis novamente. 

Continue conosco e conheça os principais desafios e oportunidades da recuperação de áreas degradadas em propriedades rurais.

Recuperação de áreas degradadas: quais são os principais desafios e oportunidades para os proprietários rurais?

Entre os principais desafios da recuperação de áreas degradadas podemos citar a seleção das melhores práticas de recuperação e a captação de recursos para viabilizar as ações, o que pode desestimular muitos proprietários rurais a dar início a um projeto. 

No entanto, essa pode ser uma oportunidade valiosa. 

Uma área recuperada pode gerar diversos benefícios, que vamos conhecer melhor no tópico a seguir. 

Através da recuperação de áreas degradadas também é possível encontrar oportunidades de geração de renda, como a comercialização de produtos florestais madeireiros e não madeireiros e a geração de créditos de carbono.

Benefícios da recuperação de áreas em propriedades rurais

Entre os inúmeros benefícios que uma área recuperada pode gerar, podemos destacar como os principais:

  • Melhora da fertilidade do solo, permitindo um maior aproveitamento dos recursos disponíveis; 
  • Maior diversidade biológica, contribuindo para a conservação da fauna e flora local;
  • Proteção dos recursos hídricos, reduzindo a erosão e o assoreamento dos rios;
  • Melhoria da imagem da propriedade no mercado, atendendo às demandas de consumidores preocupados com a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente;
  • Mitigação das mudanças climáticas;
  • Diversificação da produção;
  • Retorno do investimento inicial, entre outros.

Recuperação de áreas degradadas e mercado consumidor: como abrir portas?

Como citamos anteriormente, há um crescimento no número de consumidores preocupados com questões de sustentabilidade e de preservação do meio ambiente. Diversas pesquisas reforçam essa tendência.

O estudo realizado pela Consumer Life 2021, da GfK, trouxe que os “millennials” (pessoas nascidas entre 1980 e 1997), são os que mais se preocupam com as causas ambientais, com 49%. (Fonte: E-commerce Brasil)

Em uma outra pesquisa, realizada pela consultoria PwC, o Brasil se destaca como o país com maior número de consumidores ecologicamente conscientes.

Os resultados revelaram que 95% dos executivos, empresários e público consumidor demonstram preocupação e estão atentos às questões relacionadas à preservação do meio ambiente e à sustentabilidade. (Fonte: IBDN

Globalmente, mais de 80% da população acredita que as discussões relacionadas ao meio ambiente aumentarão nos próximos cinco anos. 

Nesse contexto, ao investir na recuperação de áreas degradadas, você estará atendendo a essas demandas e se destacando no mercado.

Essa iniciativa pode resultar em melhores oportunidades de venda, parcerias comerciais e até mesmo na valorização dos produtos agrícolas e pecuários.

Estratégias eficazes para a recuperação de áreas degradadas com restauração florestal

A restauração florestal se destaca como uma estratégia eficaz para a recuperação de áreas degradadas.

Entre as técnicas utilizadas neste processo, podemos destacar o plantio de mudas de espécies nativas da região, a semeadura direta, em que sementes de espécies nativas são distribuídas diretamente no solo da área degradada, e a agrofloresta

Para fazer a escolha das melhores técnicas para a implementação da restauração florestal, é imprescindível contar com o suporte de profissionais especializados.

O H2A – Hub AgroAmbiental oferece esse suporte com a ajuda de profissionais capacitados para identificar as melhores práticas e métodos de restauração adequados às características da sua propriedade.

Além disso, o Hub tem a capacidade de facilitar parcerias com instituições e organizações que possam disponibilizar recursos financeiros e materiais para a implementação dos projetos de restauração.

Por meio de uma ampla rede de contatos, o H2A pode conectar os proprietários rurais a potenciais financiadores, investidores e parceiros privados e públicos.

Junte-se a nós!

Mais recentesstar_outline

Fique por dentro!

Assine gratuitamente nossa newsletter e receba conteúdos sobre o H2A e projetos de restauração florestal.